sábado, 13 de abril de 2013

Pra dizer a verdade...

Eu menti. Disse que não queria mais; que estava enjoada do seu sorriso; não achava graça das suas piadas; e não me encaixava mais no seu abraço. E quando você me perguntou se era mentira, eu menti de novo. Falei na sua cara que não te queria mais e que era pra você não me procurar. Insisti pra você seguir e frente e esquecer de mim, de nós.

Quando você disse que não conseguia acreditar e chorou, eu senti um nó na garganta e deu vontade de gritar. Mas eu mantive minha postura pra poder te convencer. Era pra você ir embora e não voltar nunca mais. Tive que te deixar esperando na sala enquanto recolhia suas coisas. Se você tivesse visto os meus olhos na hora em que catava suas roupas e nossa foto no porta-retrato me fitava, você teria percebido que era tudo mentira. Como você acreditou quando eu disse que era pra você esperar por que não suportava mais a ideia de te ver no meu quarto?

Eu menti de cara lavada quando vi você entrar no elevador e disse "adeus". E só eu sei o quanto doeu recusar seu abraço e dizer que você não servia mais pra mim. E quando você mandou mensagem dizendo que ainda estava na portaria esperando que eu voltasse atrás, meus olhos sofriam mais do que imaginei a vida inteira. Eu ignorei. 

Só eu sei a dificuldade que foi não correr atrás do seu carro que saiu cantando pneu pela rua. Mais do que te deixar ir, te fazer ir. Doeu. E quando você ligou mais de 30 vezes pro meu celular e eu não atendi. E a cada vez que tocava, era nossa música que entrava em mim e me lembrava que não tinha um pingo de veracidade em nada do que eu dizia e fazia com você.

Eu menti quando você passou por mim com seu novo amor. Menti pra você, pra ela e pra todos. Eu vi sua cara de decepção por não perceber o meu ciúme. E seus amigos me contaram o quanto você sofreu. Eu disse pra eles que não me importava; que não queria saber; que seu sofrimento não me pertencia... não era verdade. Queria te abraçar bem forte e te mostrar que mentia.

Eu menti quando disse que ficaria melhor sem você. É que quando você chegava bem perto, meu coração batia tão forte que parecia que ia sair do peito. E quando você me dava um beijo de despedida, sentia vontade de chorar mesmo sabendo que nos veríamos no dia seguinte. Quando acordávamos de manhã e me via ali completamente nua, completamente sua... sentia medo.

Medo de que acabasse; de que você fosse embora; que me deixasse sem explicação; que nunca mais me dissesse eu te amo. Era desespero o que eu sentia quando notava que não podia mais controlar. Eu tinha saído de mim. Eu estava me tornando um pouco de você. Eu me sentia bem demais e não queria parar de sentir isso. 

Era só você que sabia tudo da minha vida. Mais ninguém conheceu todos os meus lados. Nunca havia permitido que ninguém cuidasse de mim antes. Com você eu conheci o meu lado fraco. Convivia todos os dias com a certeza de que a vida não seria mais a mesma depois que você passasse. Como eu poderia lidar com você indo embora?

Então, menti. Menti para mim mesma. Adiantei o que aconteceria um dia. Controlei enquanto ainda podia. Mandei você embora para nunca te ver indo por vontade própria. Pedi pra que você esquecesse de nós, pois eu não conseguiria fazê-lo nem se tentasse a vida inteira. 

6 comentários:

Joyce disse...

Como sempre, tocando nossos corações! ! Hahaha

Paula Mata disse...

Eike covarde! =(

Rafaela disse...

lindo,lindo,lindo...

Parece meio louco: lembrei do zé maria e da izabel na novela lado a lado... e é claro me achei um pouco tb no texto <3

Marina disse...

Por que mandou-lhe embora entao?! Céus, por quê?!
A vida inteira passa-te tentando esquecer esse amor que não há como ser esquecido, não deve ser esquecido. Não fuja, pobre coração, legitime a intensidade do que foi passado e aceite a leveza de simplesmente ser.

Puma disse...

Essa personagem é muito insegura e tem medo dentro dela. É o retrato de muit@s homens/mulheres.
Adorei o texto!

Fabio disse...

Muito show, helena, muito bem escrito, bem melancolico e inacreditavel mas muito bom, sucesso pra vc!

Contador de Visitas